Série "Instrumentos mortais"

Livros:
Da série Instrumentos mortais
Cidade dos ossos
Cidade das cinzas
Cidade de vidro
Cidade dos anjos caídos
Cidade das almas perdidas
Cidade do fogo celeste (lançamento previsto para março de 2014)
Autora: Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Avaliação: 9

A autora inicialmente acabou com a série nos três primeiros volumes, depois foram lançados mais três livros, dando continuidade a história e aguardamos o lançamento do verdadeiro final no quarto livro da segunda parte (ou sétimo juntando todos os lançamentos). Tenho queda por livros de romance e depois da Trilogia do Tigre foi o que mais me prendeu.
A personagem principal (
Clary) tem o seu talento, mas ainda assim é levemente estereotipada com o clássico“sou a mocinha e não sei lutar, então alguém me salve, por favor.”. No decorrer da narrativa, no entanto, a personagem ganha força e habilidade, deixando de depender dos cuidados alheios.
Quanto ao par dela, Jace, fica sempre uma incógnita de que esporadicamente ele pode ser mais incompetente que ela, e inverter os papéis da princesa e do guerreiro. Na verdade a mente perturbada dele é um problema, o personagem em determinados momentos parece não saber o que quer. Mas o humor ácido dele é bem válido, além da pose de bad boy do tipo que nunca amou ninguém, escondendo a verdade por trás da carranca.
As citações de animes, mangás e games me deixa em dúvida de qual era o objetivo da autora, se ela gosta mesmo da temática ou tentou atingir público específico. Fullmetal Alchemist é um dos animes preferidos da Clary (bom gosto), juntamente com Rurouni Kenshin e Bleach. A forma em que aparecem é bem sutil, como se fosse falar de uma banda – como é mais recorrente –.
Prefiro sinceramente a personalidade do Simon, melhor amigo da protagonista que já foi apaixonado por ela. As mudanças nele são mais palpáveis e mais interessantes. De personagem a margem que não serve para praticamente nada a guerreiro salvador.
De longe, minha personagem preferida é a Isabella. Sarcástica, levemente má. E luta com braceletes em forma de serpentes (elas me perseguem sem dó nem piedade). Apesar da aparente invencibilidade esconde boa parte de vulnerabilidade que vem à tona muito oportunamente, não nos momentos em que deveria estar lutando e ao invés disso grita e corre...
Gosto do Magnus Bane também, e a idéia de que o 
Miyavi poderia tê-lo interpretado na adaptação para o filme foi muito feliz, mesmo que só no imaginário dos fãs.

No geral, gosto da história de humanos com super poderes dados pelo Anjo, demônios, vampiros, fadas e lobisomens. Envolve um pouco de religião também, mas discretamente. A recomendação paira novamente nos/nas amantes de romance, acostumados com triângulos amorosos, encontros e desencontros. Há mais ação do que na maioria dos livros do gênero, mas mesmo assim, não acho que alguém não acostumado a esse tipo de leitura vá se prender por muito tempo. Bom, acredito que valha a pena tentar!


Nada a reclamar da editora e da impressão dos livros. Tiveram bastante cuidado com os detalhes e as capas também ficaram bem bonitas.


Leve este post a outro reino:

6 comentários:

  1. Estou louca pra ler esta série, principalmente quando por causa do filme (amo livros que viram filmes), mas ainda não pude comprar está série por causa do alto preço dela. Mas é uma das minhas metas para ano que vem. E acho a edição muito linda!! É uma coleção das minhas desejadas!!
    Bjuss ♥

    ResponderExcluir
  2. Não vi o filme ainda acredita? Falta de tempo reinando aqui. Só comprei pela magia do parcelamento + promoção no Submarino.
    Mais uma que quero saber a sua opinião depois que ler!

    ♛ Queen Reader agradece a sua visita ao Castelo!

    ResponderExcluir
  3. Ainda não terminei de ler a coleção inteira, fiquei com preguiça de algumas partes e acabei deixando de lado, mas ler a sua resenha me fez ter vontade de voltar a ler só para saber como vai terminar.
    Continue postando resenhas de coleções, porque muitas pessoas como eu ficam pela metade da série sem saber se vale a pena continuar ou não

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sofia, leia! Fico feliz em saber que a minha opinião te incentivou a retomar a leitura!

      ♛ Queen Reader agradece a sua visita ao Castelo!

      Excluir
  4. Eu sempre passava na leitura e via a capa, nisto eu pensava: "mas que frufru" -Q
    E acabava que eu nem lia a sinopse, até que um dia eu vi uma menina lendo no cursinho,
    e ela falou ''lê, é muuuuito bom u.ú '' e o menino do lado disse " eu tenho, vc quer ?"
    e eu " que capa gay ... mas ok lerei " rsrsrsrsrsrsrsrs.
    Nisto comecei a ler sem muita expectativa, e queimei minha lingua *--*
    O livro e ótimo, quando comecei a ler não parei mais,
    Vc fica Caramba ! e pq disto ? oq é isto ? cade?? pqq ?? Nãaoo !!
    Curti muito o humor, que na maioria das partes está presente.
    Todos os personagens foram bem cativantes também.
    É um livro meio que imprevisível e com umas ''surpresas'' que te deixam ... "Vc é foda Cassandra Clare @@' Vou ler todos seus livros " XD
    Quero logo o cidade de cinzas T_T

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pedro, várias pessoas já me falaram desse preconceito com a capa, e ficam imaginando outro tipo de leitura. Mas é bem diferente da imagem.
      Eu te entendo perfeitamente! Li super rápido, aguardando ansiosamente o lançamento do último livro.
      E sei que cuidará direitinho dos meus livros!


      ♛ Queen Reader agradece sua visita ao Castelo!

      Excluir