Um amor, um café e Nova York 3




















Eu nem havia começado a arrumar as malas. Eu mal consegui arrumar meus pensamentos.
Ps.: a magia de usar o autor na composição ♥






Livro: Um amor, um café e Nova York 3
Autor: Augusto Alvarenga
Editora: lançamento independente
Sinopse:
Camila alcançou um novo patamar em sua carreira. Enquanto divide seu tempo entre ensaiar para sua primeira turnê mundial ao lado de Phelipe e todos os afazeres de uma estrela mundial, a jovem decide concluir todos os finais entreabertos de sua história. Mesmo assim, os sentimentos não são assuntos fáceis de encerrar. Com a agenda cheia e entre um país e outro, seu coração precisará lidar com novas batidas e surpresas e até mesmo o luto. Será que Camila conseguirá colocar os pontos finais em tantas vírgulas?


Saudações nobres,

Sabe quando esperamos muito por alguma coisa? Quando contamos nos dedos os dias e sentimentos borboletas no estômago quando vai chegando perto?
Foi assim que aguardarei o lançamento do livro Um amor, um café e Nova York 3, do fofíssimo Augusto Alvarenga. O Augusto já ultrapassou aquela barreira de parceria e é alguém que eu chamo para ir ali conversar sobre a vida. É uma das sensações mais gratificantes que o Castelo me deu: conhecer essas pessoas maravilhosas.
O lançamento foi feito de maneira independente e os livros podem ser adquiridos nesse link: Um amor, um café e Nova York 3 - versão impressa.
Cheguei cedo, comprei o meu volume e me acomodei no auditório onde ocorreria o bate-papo ministrado pela Gaby Moteiro do Leio na rede.
Então eu abri o meu exemplar, e meu nome estava lá. Na orelha. Do livro. Sem aviso prévio. Sem preparação. E assim um autor parceiro quase borra a maquiagem da Rainha. Fiquei feliz de uma forma tão intensa que não consigo passar para vocês, é preciso sentir.

Mas vamos ao livro. Vamos ao final da Camila.

Contém spoiler dos livros 1 e 2


Sabe quando a vida adulta bate na sua porta? Ou quando você precisa ter duas vidas: uma onde o mundo é normal e só precisa dormir e respirar e na outra você é toda sorrisos e voz para manter uma turnê por mais de 23 países? Imagino que não, mas é essa Camila que dá as caras nas primeiras páginas do volume derradeiro da trilogia.
Guilherme tem o dom de destruir corações, principalmente o da Camila. No final do volume 2 ele deixa um carta que abala todas as fortificações que foram feitas ao redor do coração da protagonista.
Mas a vida não espera que o folego seja recuperado para passar mais algumas rasteiras. A equipe muda depois que Arthur e Pedro assumem o relacionamento e Marina dá uma incrível aula de intolerância e preconceito. “Mas todos precisamos de uma Marina nas nossas vidas”.
Veronica e Michael são os novos integrantes e principais novidades nos arranjos na turnê. A turnê em si é um toque especial do livro, com vários detalhes e aspectos dos bastidores inseridos, o leitor se sentirá bem ambientado. Também será possível encarar a insana maratona de “show – avião – hotel” em looping infinito.
E são nos pequenos intervalos que Camila e Phelipe se aproximam ainda mais, que calafrios são sentidos, que frios na barriga são frequentes, toques nas mãos e ocasionais beijos perdidos aqui e ali. Além do fato óbvio dele se esforçar por transformar cada um dos momentos em algo especial, algo que conserte essa versão meio quebrada da Camila. E ele consegue, aos pouquinhos está colocando cada um dos pedaços dela no lugar. Mas é um processo lento e gradual, que demanda tempo e paciência. A relação é baseada em confiança, já que a Camila não escondeu nada dos seus problemas e ainda deixou claro o que a carta do Guilherme fizera com ela, com seus sentimentos e com suas convicções.
Está tudo indo bem. Tudo caminhando como deveria. Com os tabloides esperando a confirmação de um namoro. Mas acontece o show no Brasil. E acontece o Guilherme, com o seu egoísmo e falta de maturidade. Acontece o Guilherme transformando, novamente, o coração da Camila em migalhas. E dessa vez, elas não são por causa dele.

Havia sim uma dor maior que a dor de ter o coração partido. Era a dor de ter o próprio coração partido por partir outro coração.

O rompimento da harmonia e confiança entre Camila e Phelipe é sentida pela equipe e pelos fãs. A turnê corre riscos, assim como a sanidade da cantora. É bem aquele estilo de que quando as coisas ficam ruins, elas só podem piorar.
É o ponto alto de Veronica: mostrar que não existem mais crianças. São adultos e têm responsabilidades, prazos, contratos. Pela segunda vez, o autor quer dizer que sua protagonista não é mais uma menininha, ela é uma mulher e precisa conciliar seus problemas pessoais com a carreira em ascensão. “Bem vinda ao mundo adulto”.
E não se engane, estou deixando conflitos e preconceitos de lado. Deixando lágrimas, desencontros e teimosia. Algumas surpresas são necessárias, não é? Mas se quer saber, as coisas acabam como deveriam.
E apesar de me perder na resenha inteira falando da Camila, todos os personagens foram bem trabalhados, apareceram nas horas certas e desempenharam seus papeis com maestria. Assim como novos personagens abrilhantam esse final. São inserções delicadas e pontuais que contribuíram para a amarração das pontas da trama, como também aquela discreta referência de “As luzes mais brilhantes”.
E eu agradeço pelo final digno que deu à Camila. Agradeço por ter-me contato um pouco antes do lançamento, quando saber disso mexeria de forma tão profunda comigo. Obrigada pela honestidade e pelo carinho com que conduziu os leitores até aqui. Por mais que a Camila esteja silenciosa por agora – ou não –, eu espero e torço pelo sucesso dela. Todos os dias. Assim como torço pelo seu.
Apesar da boa diagramação dos livros anteriores, a terceira e final parte dos amores e dos sonhos da Camila vem diferente: cada detalhe tem uma quantidade extrema de cuidado, amor e dedicação. Como afirmou Gaby Monteiro no bate-papo: “se você espremer o Um amor, um café e Nova York, caem coraçõezinhos”. Não há frase mais acertada que essa! Das páginas amareladas a todas as ilustrações do miolo e dos capítulos, o livro é impecável. As citações de cada capítulo são o menor e mais gostoso prelúdio que poderiam desejar os mais exigentes leitores. Aconselho que toda a trilha seja ouvida, mesmo que não destoe do seu padrão musical.
Uma conclusão perfeita para o primeiro sonho do autor. Acredite, Augusto: todos nós sonhamos com você e estamos imensamente felizes e orgulhos do caminho que você trilhou com a Camila.


Sinto que estou contando os principais acontecimentos que me fizeram chegar até aqui: o ápice do meu sonho. E eu não sei como será amanhã quando eu acordar, mas algo me diz que será bom.

Leve este post a outro reino:

3 comentários:

  1. Oii!
    Que livro mais amorzinho! <3 Gostei muito da escrita do Augusto quando li o livro dele em parceria com o Vinicius Grossos. Adorei a resenha desse livro, vou procurar os três livros para ler também! <3

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações Lady Michelly,

      Os livros do Guto podem sr lidos sem medo! São sempre muito amor.
      Aguardarei a sua resenha sobre essa trilogia.

      A Rainha agradece a vossa visita!
      Demore o quanto quiser, serás sempre bem-vinda.
      Att
      Ana P. Maia ♛

      Excluir
  2. Onde consigo comprar o 3 em BH? Já procurei em tudo quanto é lugar e não encontro :/

    ResponderExcluir