Sentinela

||


Saudações nobres,
O livro Sentinela foi disponibilizado pela autora Thais Lopes para um Book Tour. Tive imensa sorte de ser a primeira a lê-lo, além de tê-lo recebido diretamente das mãos da autora.
Sentinela é um livro muito bonito e feito com esmero, e quando digo bonito estou realmente falando em termos de capa, diagramação e miolo.
Alguns erros de revisão passaram, mas nenhum que comprometerá a leitura. Espero que muitos tenham acesso ao livro, porque é daqueles que VALE A PENA ser descoberto. Desejo ainda toda a sorte do mundo à Lady Thais, e aguardarei ansiosamente por Vigilante!



Livro: Sentinela
Autora: Thais Lopes
Editora: Senhor da Lenda
Avaliação: 9,5
Sinopse
Desde sua criação, ninguém atravessara os portões do Reino C'erit. Ninguém sabia o que acontecia por trás deles, ou qual havia sido o destino das pessoas que, tempos atrás, haviam se isolado ali para construir um novo lar. Por isto, até mesmo os Guardiões se surpreendem com a chegada de uma mensagem.Quando a Arqui-Guardiã Aíla é enviada em resposta ao chamado, ela não faz ideia do que vai encontrar. Mas nem mesmo uma vida inteira na cidade-fortaleza dos Guardiões poderia prepará-la para o que precisará enfrentar: traição, uma nova ameaça à Ordem, e um homem capaz de abalá-la. 


Interessante, sensual e poderoso. Sem dúvidas essas são 3 palavras que poderiam descrever "Sentinela". Desde a trama bem trabalhada aos personagens complexos e surpreendentes. Mesmo que esse livro seja apenas a ponta do iceberg, não falta ação, emoção e a dose exata de romance. A narrativa é clara e objetiva, embora consiga encobrir os mistérios e deixar os leitores ávidos até as últimas páginas, por esse motivo, é possível que o livro acabe antes do esperado.

Os c’erit requisitam a presença dos Guardiões.

Uma frase simples e implicações imensas. Os Guardiões nunca haviam recebido qualquer mensagem dos c’erit, os povos se mantinham à distância voluntariamente. Um pedido como aquele soava além de estranho um tanto quanto duvidoso. Não por isso, a Arqui Guardiã Aila é enviada para o Reino C’erit a fim de averiguar.
Como ninguém nunca havia cruzados os portões do c’erit, Aila não tinha ideia do que encontraria, e surpreendeu-se ao se deparar com um reino organizado, desenvolvido, altamente armado e possuidor de guerreiros com habilidades impressionantes, nada devendo afinal, aos Guardiões e seu treinamento – em alguns quesitos, podiam superá-los –.
O chamamento fora enviado pela babá do filho do Rei Kai Ithar, uma vez que a criança fora sequestrada num atentado infringido pelos airenes. O que Aila descobre no Reino abre seus olhos para um plano intrinsecamente organizado para que os airenes ressurjam como o grande povo. Para tal intento jogam com todas as armas disponíveis, inclusive desejos de vingança, traições e o pseudo-controle de uma força inimaginável.
Para que a guerra iminente não se transforma em massacre para os Guardiões e os c’erit, uma aliança é indispensável. O que Aila não sabia era que seria um dos elos dessa união, tendo do outro lado o único homem que já a interessou: Kai Ithar. Temos então, a visão de uma atração tão forte que é como se ela se materializa entre os protagonistas. Nesse aspecto, a autora magistralmente introduziu cenas adultas que de forma alguma podem ferir qualquer puritanismo. Uma Arqui-Guardiã extremamente poderosa e o Rei dos c’erit, decididamente é uma relação marcante!

Confiar era uma escolha e ele decidira confiar em mim, da mesma forma que eu havia tomado esta decisão mais cedo.

Os povos então, pela primeira vez unidos por um bem maior, batalharão lado a lado. E cabe a vós, abrir a primeira página de Sentinela, e descobrir até onde poderão chegar!






Sobre a série:
Crônicas de Táiran
Muito tempo atrás, além da memória das lendas, uma família assumiu a missão de manter, senão a paz, no mínimo a estabilidade entre os povos de Ionessen. Um mundo marcado por guerras e conflitos contínuos, onde a magia é comum, e a tecnologia é controlada. Onde erros do passado não são esquecidos, e as consequências podem demorar séculos para serem vistas. Estas são as histórias dos descendentes de Táiran.


Vigilante
A mercenária Ezi aprendeu cedo que precisava se esconder se quisesse sobreviver. E, acima de tudo, não podia deixar que os Guardiões soubessem quem era, ou do que era capaz. Mas uma única batalha tinha destruído anos de cuidado. Agora era apenas uma questão de tempo até que a Ordem mandasse alguém atrás dela, como haviam feito com seus pais…
Mas ela não sabe o que pensar quando o Arqui-Guardião Ziderrenoh chega na vila onde mora trazendo um aviso enigmático. Depois de anos se escondendo, Ezi precisa decidir o que é mais importante: sobreviver ou assumir sua herança, mesmo que isto coloque sua vida em risco.

Protetora
Desde tempos imemoriais, a linhagem de Táiran guarda Ionessen. Seja como guerreiros ou conselheiros, eles são idolatrados, temidos… E odiados. Duas guerras e séculos manipulando as pessoas ao seu redor lhes deram mais inimigos que aliados, e um novo conflito pode derrubar tudo que lutaram para construir.
A Arqui-Guardiã Krisla Táiran sabe exatamente quais são os riscos, mas não tem outra opção a não ser deixar a armadilha se fechar ao seu redor. E quando ela percebe que sua vida está em jogo, precisa aprender a confiar em um assassino, que é a única pessoa que pode mantê-la a salvo.





Guardiã
Informações em breve









Sobre a autora:
Mineira do interior, Thais Lopes cresceu entre livros. Desde criança, cria histórias e mundos fantásticos. Seu primeiro livro publicado foi O Ciclo da Morte, uma fantasia urbana ambientada no Brasil. Atualmente mora em Belo Horizonte com seus seis gatos.


Todas as informações dos próximos lançamentos foram retiradas do site Página Perdida

1 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...