Orion vs A Ordem dos Cavaleiros Prateados + sorteio

O tempo torna nossos corpos e nossos poderes mais fortes, mas em contrapartida ele vai pouco a pouco corroer a sua sanidade e estraçalhar qualquer resquício de humanidade que um dia possuímos. 


Livro: Orion Vs A Ordem dos Cavaleiros Prateados
Autor: Rodrigo Kilzer
Editora: AZO Agência literária
Sinopse:
O vampiro neófito Orion desperta após ser salvo de um final trágico, pelo ancião Soren. Confuso sem saber o que aconteceu com seus amigos, Orion agora possui uma dívida de sangue com o poderoso vampiro ancião!
O que aconteceu com Guilherme? Quem são realmente os cavaleiros prateados? Quais são os planos do vampiro Soren para com ele? Por que ele o está levando para a Europa? Afinal a que preço sua vida foi salva?
Orion precisa buscar suas respostas ao mesmo tempo em que estará pisando em um território completamente novo! Será que o jovem vampiro ainda será capaz de manter sua parcela humana? Ou ele irá sucumbir e abraçar de vez o seu lado mais sombrio?
Onde comprar 


Saudações nobres,

A resenha de hoje é do segundo livro do autor Rodrigo Kilzer, onde ele retoma as desventuras do vampiro Orion.
Em novo gesto de generosidade, o autor enviou uma cópia extra da versão limitada com capa full art, livro autografado. O sorteio está logo abaixo. 

Regras:
Curtir a página do The Queen’s Castle https://www.facebook.com/blogthequeenscastle/
Curtir a página de Orion https://www.facebook.com/orionlivro/
Comentar essa resenha

O sorteio será feito no dia 25/11
O prazo para envio será de 30 dias.

Prêmio: livro Orion Vs A Ordem dos Cavaleiros Prateados (versão limitada autografada) + kit de marcadores
Boa sorte!

a Rafflecopter giveaway


Resenha do livro 1: Orion - O filho das trevas



CONTÉM SPOILER 


O quão estranho seria se eu dissesse que o livro dois é cheio de tretas? Não estou brincando, o primeiro livro é cheio de problemas e dramas, o segundo tem uma quantidade absurda de problemas adicionais e decisões difíceis. Além disso, soma-se a profusão de indivíduos com poderes e demônios sussurrando impropérios aqui e ali.
É necessária a leitura do livro 1 para total entendimento do que se desenrola nesse segundo volume.
Há uma visão melhor de personagens que foram apenas vislumbrados anteriormente, uma descrição de objetivos e propósitos da Ordem dos Cavaleiros Prateados e da DEULTCH são apresentados. Detalhes sobre as famílias vampirescas e o modo de vida dos vampiros também são descritos. A ambientação dos cenários é bem feita e torna-se fácil imaginar todos os lugares pelos quais os personagens passam. 
A relação dos personagens também se estreita. As vivências da primeira obra foram responsáveis por criar novos e permanentes laços. 

Dentre os personagens já apresentados, Guilherme e Ana Clara são os que reservam maiores revelações. Dos novos, Rita é indispensável para que Cecília, Ana Clara e Marine saibam o que está acontecendo com elas e contribui para a segurança das meninas. Luciano pouco aparece, mas o autor dá a entender que seu papel no futuro será importante.
Por fim, a evolução de Orion. O papel do personagem toda dimensões ainda maiores e ele poderá ser responsável por muitas reviravoltas no enredo. Agora, orientado, instruído e treinado por Soren, o vampiro percebe minimamente do que é capaz. Porém, o ancião pretende manipular e usá-lo como arma para conquistar seus objetivos obscuros.

(...) ao ouvirem a jovem wicca dizer que coisas únicas aconteceram a poucas horas e elas nem mesmo se deram conta disso, fez com que cada uma refletisse o quanto estava alienadas até aquele momento.

Os questionamentos, então, giram em torno do que ele será capaz de fazer e quais são os reais motivos de Soren. E sim, tragicamente, chegaremos ao final da leitura sem ter clareza sobre esses fatos. Estamos naquele momento que o autor deve ser ameaçado. Orion vs A Ordem dos Cavaleiros Prateados acaba na melhor parte. Não há qualquer dúvida sobre isso. Kilzer deixa o leitor pendurado na última página, com – talvez – um olhar ameaçador. 
O livro é de leitura rápida, “livro de uma tarde”. Não encontrei erros de revisão e a diagramação é simples, clara e agradável aos olhos, com páginas brancas. Confesso que estranhei um pouco a capa sem o título do livro e nome do autor, mas ao descobrir que é uma versão limitada, achei interessante. Ter diferenciais é sempre relevante no mercado editorial.



Todos os vampiros ali presentes estavam interessadíssimos em conhecer pessoalmente o jovem promissor.

Leve este post a outro reino:

0 comentários:

Postar um comentário