Um amor em Barcelona

||

Saudações nobres,

Um amor em Barcelona é o tipo de obra feita para os pré-adolescentes que dizem que ler cansa e é maçante. O livro é tão pequenininho que o leitor nem tem tempo para cogitar ficar cansado.
A leitura da obra ficará sem avaliação no quesito das estrelas, justamente por ter passado um pouco – pouco, aham – da idade a qual ela se destina. Se eu ainda estivesse saudosamente nos meus 12/14 anos, Um amor em Barcelona teria sido uma das melhores leituras do ano! Porém, há muito deixei essa casa... Talvez hoje desse 3 estrelas por saber da idade da autora quando o escreveu e a qual público ele pertence. Se ainda fosse nos dourados 12 anos, 5 estrelas sem sombra de dúvidas. 

Ressalto que a diagramação e ilustrações do miolo do livro são um amorzinho!






Livro: Um amor em Barcelona
Autora: Lavínia Rocha
Editora D'Plácido
Sinopse:
Isabela simplesmente odeia as visitas anuais ao seu pai em Barcelona e sempre faz de tudo para não ir.
Nessas férias, além de não poder aproveitá-las com a amiga, terá de aguentar dois meses inteiros na Espanha. O que poderia ser mais chato? Ah, claro, ir na companhia da prima Briana. O que Isabela não imagina, porém, é como um garoto pode deixar Barcelona muito mais interessante...
Skoob
Onde comprar (Lembrando que os livros de literatura estão com frete grátis na Editora D'Plácido)


Livro cedido em parceria com a editora







“Não acredito! O que são esses dois meses na Europa? Um pesadelo! Minhas férias todas num lugar chato sem nada para fazer.”


Isabela não tem uma vida realmente como a maioria: uma vez por ano ela é obrigada a ir para a Europa, mais precisamente Barcelona. Mesmo que pareça o sonho dourado de qualquer adolescente de 14 anos, a menina DETESTA ter que ficar trancada em casa ou na rua cercada por seguranças. Seu pai - um influente político - acredita que diversão inclui apenas visitas constantes a museus e passeios educativos... Entre um museu e ficar em casa à toa, Isabela geralmente opta pela segunda opção.
A trágica viagem daquele ano teria um adendo: sua prima Briana seria sua companheira de desilusões. Mas ao contrário do drama exagerado feito por Isabela, Briana está no céu com a possibilidade da viagem e pela vontade de rever o pai. 
A diferença de perspectivas das meninas se dá pelo fato de Briana ter mil planos mirabolantes sobre fugas e em como conhecer realmente Barcelona - contando com o apoio de Adriana, sua madrasta para que o intento dê certo -. 
A possibilidade depois de anos confinada, altera o humor de Isabela. E claro, a informação de que estarão num hotel luxuoso contribui.
Na primeira tentativa, as meninas são enviadas para visitas a 3 museus. Hilbert, o motorista encarregado, notando a total desilusão de Isabela e Briana, propõem que passem rapidamente pelos museus, que façam um breve relato de alguma obra de cada um deles para em seguida as levar à uma praça. 
A sensação de liberdade repentina, numa cidade que sempre foi a sua prisão, deixa Isabela confortável e pela primeira vez feliz em Barcelona. 
A aparição de dois jovens bonitos, simpáticos e atraentes muda completamente a perspectiva da viagem e da vida de Isabela e Briana. É a partir desse encontro que as emoções tomam conta e a história se apresenta aos leitores. 
Resta saber se as protagonistas serão capazes de viver esse romance!


“ – Te quiero también para siempre...”

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...