O Medalhão e a Adaga

||
Saudações nobres,
Hoje venho apresentar-vos o livro O Medalhão e a Adaga do autor parceiro e conterrâneo Samuel Medina. Prepare vosso coração para um livro delicado e encantador, do tipo que vos fará esquecer dos problemas e sorrir.





Livro: O Medalhão e a Adaga
Autor: Samuel Medina
Editora: Multifoco
Sinopse: Bildan é um jovem que perdeu seus pais ainda na infância, tendo crescido sem saber muita coisa sobre suas origens. Porém, tudo muda quando ele encontra uma misteriosa garota e um livro mágico, com uma mensagem secreta. Assim, o rapaz deverá atravessar uma terra repleta de magia e perigos, numa jornada desafiadora, rumo a grandes revelações sobre seu passado e sobre o sentido de sua existência.








Sua infância acabara de um jeito trágico e ele tentava dizer a si mesmo que as histórias da mãe eram apenas contos de fadas.

Talvez a afirmação de sorrir tenha sido um tanto precipitada, os primeiros acontecimentos da obra vos deixareis com os olhos úmidos ao imaginar um garotinho de 7 anos que acaba de ver a mãe morta, ser obrigado a fugir para proteger a própria vida. Nas primeiras páginas, Bildan já está sozinho, assustado e sem qualquer apoio emocional, acompanha-o apenas a imensa coragem de seu jovem coração, o medalhão e a adaga que recebera de seu pai: seus bens mais preciosos.
Ressalto que Bildan não é uma criança comum, tão pouco seus pais o foram. Com o pai praticava técnicas de luta e sempre fora ensinado a temer o Vazio. Sua mãe o enchia de histórias e lendas que seriam deveras úteis quando chegasse o momento.
Após escapar de sua casa, Bildan caminha até é o vilarejo de Teran – uma longa e inexplicável viajem para uma criança –. Crianças parecem ter o dom da crueldade, nosso protagonista se vê numa situação complicada envolvendo os garotos da vila - principalmente Dalvec - líder deles, assim que a poeira da estrada assenta. Num curto espaço de tempo, onde pensar seriamente sobre tudo aquilo está fora de questão, Bildan se vê na companhia do velho e mal humorado Balcão, como ajudante do postar de ovelhas. É melhor do que morrer de fome, sem dúvidas...
As desavenças com os outros garotos tomam proporções maiores e nosso herói precisa finalmente ver que crescerá antes do tempo, não estou me referindo à altura nem nada do tipo, mas ao amadurecimento.
Ele retoma os treinamentos que fazia com o pai, até se sentir confiante. Recupera um de seus bens mais preciosos e se aplica ferrenhamente para não deixar seu treinamento de lado, perseverando sempre.
Balcão praticamente não fala, transformando o jovem Bildan num cismador, observador e concentrado. Isso muito o auxiliará nos momentos futuros.
Um dos acontecimentos mais marcantes para o pequeno seria o encontro inesperado com a lendária figura de um Arqueiro Sagrado. Aquelas imagens ficariam para sempre gravadas sem sua memória.  
Com a morte de seu "tutor", Bildan conhece o Senhor Zameque, muito excêntrico segundo a população local. A verdade é que poucos daqueles morados simples são capazes de se aperceberem do quão sábio é o ancião. Mas Bildan vê ali por fim, solo fértil para suas palavras e seus conhecimentos, ávido de tudo que perdera nos anos passados com o pastor, o menino desenvolve agora a mente além do corpo. Mantém a função de pastor e essa amizade verdadeira por seis anos. Até que finalmente ouve o chamado de sua alma ao observar o mapa que mostrava o Bosque Assombrado. É para onde deve ir, para tanto ignora todos os avisos do idoso, apontando a loucura que seria adentrar aquelas paragens.
Parte então, deixando para trás o velho amigo. Peregrina até avistar a linha escura do Bosque, seu coração bate acelerado e respirando fundo ele adentra a mata fechada.  Ele não precisa se preocupar em andar muito: logo se depara com um estranho de capuz que o ataca. O estranho releva-se uma jovem Arqueira, que percebendo algo de especial em Bildan o leva para casa, afirmando que seu pai saberia como lidar com a situação, assim que retornasse do reino. Bildan, curioso, aventura-se pela residência dos arqueiros e se depara com um livro, que ao ser tocado pelo jovem, recita-lhe:

Vem de muito longe o mal
Vem a peste, o areal
Cobre a terra, vem a fome
Vem a guerra, que consome.

Vem de fora a aflição,
Tempo de desolação,
Medo, fuga e dispersão,
Pois já vem a Assolação.

Vem de além-mar a paz
Feita a muito tempo atrás.
O Embaixador da Alvorada
Guiará tua jornada.

A terra sangra, treme e chora
Busca a força sem demora
Pelos mares, pelos rios
Vence os teus desafios.

Não esquece este aviso,
Abandona o improviso.
Teltar Siwell auxiliará.
Ao Embaixador te guiará.

Sheril tem certeza de que a profecia se referia a eles, e, além disso, se referia ao futuro de Gorgódia; Dependeria das ações deles impedir a chegada da grande guerra.
A partir deste momento, Bildan aprenderá sobre o oficio dos arqueiros, ao ser explicado que ele pertencia mais àquele mundo do que poderia supor. Sheril se incumbe de ensinar-lhe magia e aprimorar seu aprendizado.
Ao chegar à esta parte do livro, desista de viver antes do final da leitura: é impossível. E também, não será demorado ou incômodo. Verás a evolução latente de um personagem poderoso, e vos apegareis aos demais personagens, como se fossem vossos velhos amigos. Além de personagens cativantes e uma narrativa ativa e leve, Lorde Samuel vos inserireis num mundo mágico, onde criaturas místicas estão presentes e onde a magia é recorrente. 
Defeito? Não há continuação. Então sim, estou ameaçando Lorde Samuel para que em breve nos apresente à continuidade dessa grande aventura.
Vamos, conheça Gorgódia e me diga que vos apaixonastes por Bildan!

— Meu rapaz, este não foi o fim da sua missão. (...), apenas o começo.


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...