O Clã dos Quatro Guerreiros

||
Saudações nobres,
Trago à vós a crítica do livro O Clã dos Quatro Guerreiros, obra do autor parceiro Lorde Diego Martins. Ressalto desde agora, o quão bonita é a edição do livro.
Agradeço imensamente ao autor pela paciência e confiança!



Livro: O Clã dos Quatro Guerreiros (Série Enoua – I) Autor: Diego Martins Ribeiro Editora: Talentos da Literatura Brasileira Sinopse: O Clã dos Quatro Guerreiros - Quatro jovens com aparentemente muito pouco em comum seguem em um antigo carro vermelho-sangue por uma estrada deserta. Nada indica que qualquer tipo de perigo possa estar em seu caminho naquela pacata noite. No entanto, após se depararem com uma esfera de luz e sofrerem um estranho acidente, Gabriel, Henrique, Débora e Beatriz acordam em um lugar desconhecido, onde tudo parece possível. Em meio a personagens e paisagens surreais, como o monte de rochas flutuantes e a perigosa fera da Gruta Sombria, eles encontram pistas de como podem voltar para casa, e se assombram com as coincidências que envolvem sua chegada a Enoua, como se essa já fosse esperada por alguém misterioso.
Em uma incrível jornada que os fará conhecer mais sobre si próprios e aqueles que sempre estiveram a sua volta, eles irão descobrir que 
Enoua não é simplesmente um mundo distante, e que é preciso muito mais do que armas raras, amuletos cheios de segredos e armaduras indestrutíveis para se tornar um verdadeiro Guerreiro.



O livro é o primeiro da série Enoua, e o esse início é cativante e intrigante. Lorde Diego consegue nos prender numa teia de acontecimentos rápidos, bem descritos e que nos dão uma visão tão vasta de outra dimensão, outro mundo. Há ali uma criatividade sem tamanho e me vi encantada pelas paisagens e magia de Enoua

Serão esses quatro jovens capazes de honrar as armas raras do Castelo D’Alleine: o tridente, a espada, o cajado e o bastão?

Por uma coincidência, quatro jovens estão no mesmo veículo com destino certo, porém, antes de concluírem a viagem sem pretensões e algo incômoda, deparam-se com uma imensa esfera de luz lilás e colidem com ela. Gabriel, Henrique, Débora e Beatriz despertam num mundo diferente do seu, sem saber como foram parar lá e o mais importante: como sairão dali. Ao final da primeira etapa no novo mundo, os jovens estão munidos de armas e de forças jamais imaginadas. Gabriel é portador de um tridente, Henrique de um bastão, Débora de um cajado e Beatriz de uma espada. Apesar da estranheza e do medo, quem nunca pensou em viver uma aventura sem igual? Gabriel e Beatriz parecem mais animados com essa perspectiva que os demais, mas uma vez que não havia outra escolha, seguiram em frente e deram de cara com o pequeno Johnny, que apesar de não ter ideia de outro planeta chamado Terra, fala e compreende perfeitamente o idioma dos quatro, anuncia ainda que eles estão em Enoua.
Para resolver ou tentar resolver o dilema dos novos conhecidos, Johnny os leva para a vila em que mora, e os apresenta à Vovó, uma senhora respeitada por todos naquelas redondezas e parece saber mais que os jovens sobre seus novos poderes e armas. Ela lhes dá uma aula sobre os clãs de guerreiros, algumas de suas características, discorre sobre os Pais da Inteligência e a criação daquele mundo e por fim sobre os Cavaleiros Malignos que deveriam ser evitados à todo e qualquer custo. Uma resolução tomada ali é a de que os garotos precisam ser treinados antes de irem em busca de respostas, de nada adiantaria as armas se eles não as soubessem manejar. E deixo-vos curiosos em relação aos poderes incríveis das armas raras encontradas!
Segundo a anciã, um amigo poderia ajudá-los, mas residia numa cidade distante, e o caminho até lá seria perigoso. Sabes bem como é dizer à quatro jovens de coração imenso que outros se arriscariam por eles, correto? Sim, os quatro saem sozinhos para abrir seus próprios caminhos.

Todos aqueles que conhecemos nos marcam e são marcados por nós de alguma forma.

A maior indagação feita é a de que aquele mundo inteiro parecia feito à espera dos quatro. Há vários indícios, como se fosse predestinados a conhecer Enoua.
Mas ainda assim, a aventura de verdade se desenrola quando encontram Nathan. E vislumbram verdadeiramente o caminho para casa. Será que eles serão capazes de chegar até lá e enfrentarem o mal que habita o lugar? E o que será que está por trás de tudo isso?
O final é surpreendente! Nada que possas esperar, então recomendo fortemente a leitura de O Clã dos Quatro Guerreiros. Surpreenda-vos como eu e se encante: entregue-vos à Enoua

Você é o homem ideal. O único homem digno de Enoua (...)

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...