O Reino das Vozes que não se calam

||
Livro: O Reino das Vozes que não se calam
Autoria: Carolina Munhóz e Sofia Abrahão
Editora: Fantástica Rocco
Lançamento: 2014
Avaliação: 7,5
Sinopse:
Se você encontrasse um lugar onde todos o aceitassem…
Seria capaz de abandoná-lo?
Se você encontrasse um lugar onde todos o aceitassem… Seria capaz de abandoná-lo? Sophie se esconde de todos e de si mesma: insegura, não consegue enxergar sua beleza e talento, e sente dificuldade em se relacionar com os outros.
Seu dia a dia se perde entre os caminhos tortuosos dos que convivem com a depressão e o
s caminhos tortuosos dos que convivem com a depressão e o bullying, e a jovem aos poucos vai se fechando na escuridão de seus pensamentos. Desamparada e sem coragem de lidar com seus problemas, ela acaba descobrindo um lugar mágico: um Reino onde as vozes não se calam e as criaturas encantadas se tornam reais. Um local colorido onde ela finalmente poderá se encontrar. Dividida entre a realidade e a fantasia, Sophie contará com a ajuda preciosa de um rapaz comum e uma guardiã encantada, que lhe mostrarão os segredos da alma e a farão decidir se vale a pena enfrentar seus medos ou viver em um eterno conto de fadas.
 Onde comprar:
Extra
FNAC
Lojas Americanas
Saraiva
Submarino


Comprei o livro na Bienal do Livro de Minas Gerais e comecei a ler na segunda-feira. Acabei em dois dias, a leitura é rápida, te dá praticamente todos os detalhes que você precisa sem te cansar. O livro é lindo, a diagramação é maravilhosa. E por favor, tem coroas nas páginas. Como eu não ficaria perdidamente apaixonada pela obra?

Na conversa com a Carolina Munhóz ela disse que em parceria com a Sophia Abrahão estavam desenvolvendo a sequencia desse livro. Além disso, perguntaram a ela sobre o livro virar filme e na escolha de atores, Carolina Munhóz respondeu que sem dúvidas a Sophia seria a Sophie e ela mataria alguém caso não fosse a Sycheth. Ela disse também que muito da Sophie vem dela e da Sophia, explicando o bullynig que sofreu quando estava numa escola de freiras e era gótica, isolando-se na biblioteca e descobrindo livros maravilhosos como Harry Potter. Sophie canta, assim como Sophia, e o canto a afasta um pouco de seus problemas.  E apenas talvez eu tenha precisado de um lenço...
A avaliação só não foi mais alta por causa do final não tão conclusivo. Muitas perguntas ainda estão no ar e algumas pontas soltas. Pelo menos, posso aguardar o segundo livro e torcer para que termine com as dúvidas.
Última observação: caso tenha tempo é bem legal pesquisar as músicas e ver como elas se encaixam bem nos momentos apresentados. Conhecia a maioria e morri mil vezes em Pink Floyd – porque é muito amor numa banda só –. Diga-se de passagem, escrevi a crítica ao som de Pink Floyd...




Sophie não é uma adolescente muito diferente da maioria, ela tem seus conflitos, problemas, dúvidas e desesperos. Acredito que ela seria mais feliz e “normal" se não fosse atacada a todos os momentos pela sua constituição física, cor dos cabelos, cor da pele, maneira com que se veste e aparentemente qualquer coisa que faça, fale ou respire. 
A menina nunca se viu confortável em um ambiente social, principalmente na escola, onde não é bem-vinda e sabe disso. Os sentimentos de rejeição e reclusão devem ser horrorosos e por certo capazes de perturbar a mais elevada das almas. Sophie não é uma alma elevada, é uma adolescente que sofreu bullying a vida inteira. 
Os pais de Sophie são ótimos, presentes e amorosos. Mas em algum momento, como a própria adolescente percebe e afirma, eles se esquecem dos dilemas que podem ter vivido com a mesma idade e tratam-na como "uma rebelde"
Nada daquilo é realmente culpa dela, seu peso, seu cabelo, sua pele... Ela simplesmente é assim e deveria ser aceita como tal. Mas nunca mundo padronizado e com regras ditadas: ela é uma aberração. 
E uma das poucas pessoas capazes de se aventurar na casca de Sophie é Anna, que apesar de conhecê-la há anos consegue estragar um dos poucos fios que a uniam ao mundo. É aí que ela desperta no Reino.

De longe o meu personagem preferido é Leo. Incrível força de vontade, maturidade e perseverança. Fiquei encantada com todos os gestos e frases dele. É tipicamente o príncipe encantado, mesmo que a princesa em questão não seja lá muito ingênua. E ele tem muito a oferecer e chances reais de ajudá-la.


Pink Floyd - Wish You Were Here- Somos apenas duas almas perdidas...- Nadando num aquário. - completou ele.


Desde a primeira vez que a vira, sabia que ela era como um passarinho com asas quebradas.Não queria conserta-las.Mas gostaria de tentar encorajá-la a se curar e voar.


Você é a minha melhor música, AC/DC.


Em determinados momentos Sophie só precisava de um abraço ou alguma palavra específica que não vinha. Em outros não passava de uma criança machucada e birrenta, que merecia algumas palmadas. 

Não sabia exatamente se o Reino das Vozes que não se Calam era apenas fruto da imaginação de Sophie para fugir do mundo escuro que ela vivia, ou se realmente ela era capaz de se conectar a um mundo em que ela era a herdeira do trono, amada e querida como ela realmente é.

Apenas em um momento eu achei a Sophie burra/inconsequente, mesmo entendendo o desespero dela.

O Reino é habitado pelos Tirus, povo pacífico e completamente devoto à sua princesa. Eles a aguardavam ansiosamente, e a sua chegada representa muito. Lá nos depararemos muitas vezes com Sycreth, a Guardiã Real, a Rainha Ny – avó de Sophie – uma das pessoas que mais aguardou a chegada da neta; Jhonx, o gato falante (“Todo gato pode (falar). Eles apenas optam por ficarem calados”), e o Primeiro Ministro Phix responsável por auxiliar a Rainha enquanto a nova herdeira não era encontrada.
Mas e se por acaso a princesa não estiver preparada? Se sua mente e seu corpo estiverem debilitados demais? O reino começa a sentir os efeitos nefastos das condições psicológica e física de Sophie, e seu estado se agrava ainda mais. Para alcançar o trono e estar pronta para governar os Tirus, Sophie terá que passar por 3 etapas, marcadas pelas cartas de tarô Os Amantes, O Louco e A Morte.

OS AMANTES
Esta carta é geralmente descrita como a representação do Homem entre o Vício e a Virtude, enquanto um gênio alado ameaça o vício com um dardo. Alguns falam de um significado mais cabalístico e que representaria o Microposopo entre Bibah e Malkuth. Significa, portanto, a Disposição para a Sabedoria. Significado da carta: Sábias disposições, Provações, Tribulações vencidas, Momento de escolha, Liberdade, Confiança, Beleza e Perfeição, Renúncia aos prazeres, Otimismo. Invertida: Planos imprudentes, Falhas ao ser posto à prova, Insatisfação, Separação, Tentações perigosas.



O LOUCO
Um homem com gorro de bufão, vestido como um bobo da corte, tendo ao ombro uma vara com uma trouxa como se não precisasse de mais nada. Em algums baralhos, ataca-o por trás, às vezes um tigre, outras um cão. Não tem número mas, em alguns baralhos, colocam- lhe o “zero”. Ele siginifica a Tolice, a Expiação. Significado da carta: Loucura, Expiação, Hesitação, Isolamento, Indecisão, Precipitação, Ingenuidade. Invertida: Instabilidade, Falta de confiança, Desânimo, Obsessão, Remorso.



A MORTE
Um esqueleto armado de foice (como que a ceifar cabeças iu grama em um prado). Também representada como um Cavaleiro do Apocalipse, onde se vê, ao fundo, um novo dia surgindo. Ela significa Transformação ou Mudança.
Significado da carta: Mudança, Transformação radical, renascimento, Libertação dolorosa, Novas perspectivas, Ascetismo, Insegurança financeira.
Invertida: Recente fuga da morte, Mudança parcial, Alteração para melhor, Imobilidade, estagnação, Abandono forçado, Tristeza, Ruína, Fracasso.
Fonte: Kalytzeenn  



Sophie contará com a ajuda de Mônica para interpretá-las. O problema é o desespero de dela para estar no Reino, ela abre mão até mesmo de sua família para que possa ficar lá, e custa a entender que não é assim que as coisas funcionam. Ela deve ser capaz de estar nos dois mundos.
As perguntas que ficam por tanto, impedindo spoilers a mais, seriam se Sophie será capaz e forte o suficiente para passar pelas três etapas, se continuará viva, se dará uma chance a Léo, se perdoará Anna... E mais algumas mil indagações.

O Reino das Vozes que não se calam é interessante, motivador, um pouco sombrio e com a pitada certa de romance.
Aventurem-se e visitem O Reino!


- Ninguém pode fazer outra pessoa feliz. Nós precisamos encontrar a nossa própria felicidade. Eu nunca achei que fosse digna de ser feliz. Esse sempre foi o grande problema. 



   

17 comentários:

  1. Eu também comprei esse livro na bienal (só que de São Paulo), como não conheço muito sobre a Carolina Munhoz, não assimilei nada do livro a ela, já a Sophia.... Apesar de gostar muito do livro, também acho que ficaram algumas pontas soltas e aguardo o segundo. Se tiver filme, quero atuar nele, nem que eu seja uma folha de uma árvore uahsaushausaus
    http://cheirode-pipoca.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lady Vitória, esse também foi o primeiro livro que li da Carolina Munhóz, desejo ler os outros agora.
      Eu entendo perfeitamente o que quer dizer, o filme seria muito bom, apesar de achar que a Sofia Abrahão não pareceria ter a idade da Sophie...

      ♛ A Rainha agradece a sua visita ao Castelo!

      Excluir
  2. Oi!
    Fiquei curiosa sobre esse livro desde que vi entre os lançamentos,mas ainda não consegui ler... Como gosto muito de fantasia, acho que essa história vai ser muito boa, ainda mais com a mistura entre a realidade e o reino.
    Bjs
    sobrelivrosesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações Lady Evelise, tenho certeza de que gostará da leitura!

      ♛ A Rainha agradece a sua visita ao Castelo!

      Excluir
  3. Adorei a resenha. Quero ler este livro desde antes do lançamento e a resenha só me deu mais vontade de lê-lo, Vossa Magestade.

    -R
    prefaciodoepilogo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Lady Rafaela!
      Leia-o e depois venha me dizer o que achaste!

      ♛ A Rainha agradece a sua visita ao Castelo!

      Excluir
  4. tipo quero e n quero ler esse livro, pq n fui mt com o estilo de escrita da carolina '-'
    quem sabe eu goste desse!
    obs: se der para tirar o verificador de palavras seria bom, isso é um saco.
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não li outros livros dela para poder comparar Lady Alice. Mas gostei bastante desse livro e não tive problemas com o estilo.

      (verificador retirado.)

      ♛ A Rainha agradece a sua visita ao Castelo!

      Excluir
  5. Gostei da sua resenha e vou conferir o livro em breve! Curti seu blog tb ^^

    www.livreando.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Lorde Rafael, fico imensamente feliz por ter gostado do blog!

      ♛ A Rainha agradece a sua visita ao Castelo!

      Excluir
  6. oLÁÁ!
    Eu já li esse livro, ele é simples, mas aborda um tema tão importante. Realmente gostei dele!

    http://meubaudeestrelas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Lady Jacqueline, ele é fácil de ler e ainda dá uma lição!

      ♛ A Rainha agradece a sua visita ao Castelo!

      Excluir
  7. Minha gente, super quero esse livro. Queria muito ter comprado na Bienal mas fazer oque né. Espero que no meu aniversário de pra comprar. E que bom que gostou da leitura, espero ter uma experiencia parecida com esse livro (:

    Beijos rainha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que consiga-o logo Lady Isabella, com toda certeza irá gostar dele!

      ♛ A Rainha agradece a sua visita ao Castelo!

      Excluir
  8. Oi rainha!
    Eu me interessei por esse livro desde quando lançou, tanto pelo nome quanto pela capa. Comprei, mas ainda não o li. Sua resenha me animou a lê-lo rápido, vou encaixá-lo na minha fila de leitura!
    Beijos

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Comprei esse! Foi meio por impulso. (inclusive estava aí em BH quando comprei ele :D)
    Espero que eu goste! Não são todos os livros fantásticos que me envolvem.

    http://www.escritordeconta.com/

    ResponderExcluir
  10. Saudações Rainha, tudo em ordem aí no Reino?

    Então, minha amiga comprou este livro que vossa realeza leu. Eu, claro, fui dar uma espiadinha e já me desagradei com a capa: não achei muito legal terem colocado a Sophia Abraão na capa, mas deve ser pura implicância mesmo, já que eu não gosto muito dela como atriz.

    A estória em si parece bem interessante, mas, vou deixar esse livro passar por enquanto para, talvez, adquiri-lo no futuro.

    Aliás, sua resenha ficou excelente!

    Beijos,
    Rafa-Eu + Livros
    www.eumaislivros.com.br

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...