Série Laura Ingalls Wilder

||
Livros:
Uma Casa na Floresta
 Uma Casa na Campina
O Jovem Fazendeiro
 
A Beira do Riacho
Às Margens da Lagoa Prateada
O Longo Inverno
Uma Pequena Cidade na Campina
Anos Felizes
Os Quatro Primeiros Anos
O Longo Caminho de Casa
 
Autora: Laura Ingalls Wilder
Editora: Record
Avaliação: 10

A série de autoria de Laura Ingalls Wilder é encantadora, real e palpável. Ao lê-los podia sentir cada emoção, as entendia. Eu sabia o que se passava no coração de Laura. Eu costumo dizer que são os livros da minha vida, porque não importa o quão bom seja os que já que li ou os que lerei, nenhum nunca ocupará esse espaço na minha alma que a Laura reclamou pra si.
No decorrer dos 10 livros, Laura narra a sua vida – da infância ao casamento. Todas as dificuldades de deixar Wisconsin e se aventurar pelo Oeste, da falta de dinheiro e de comodidade. Do desafio de ir à escola, e mais tarde de servir de “olhos” para Mary. Do terror de dar aulas, com apenas 15 anos, a milhas de casa e onde não era querida.
Produz sentimentos diferentes saber que não é uma personagem fictícia, que ela realmente existiu e sentiu todas aquelas coisas, que mesmo com tudo dando errado ela estava cantando. Que no final do dia, por mais árduo que ele fosse, ouviria seu pai tocando violino e saberia que estava tudo “bem”.
O amor que ela sente pelo pai, é lindo. A cumplicidade discreta, o carinho e os olhares deles são doces, sensíveis. Talvez me emocione tanto porque me sinto da mesma forma, eu amo meu pai e ele é bem parecido com o Charles.
As narrações são leves, você lê sem esforço e sem nem se dar por isso. Também não são livros longos, mas proporcionam prazer inigualável, cada página parece cheia de vida.
Laura no final foi capaz de realizar os dois sonhos de Mary: ser professora e escrever um livro. Imagino que Mary tenha sentido orgulho e também que tenha escutado as narrações dos livros, podendo ela mesma formar as paisagens sem esforço, pois até mesmo depois de perder a visão, ainda enxergava através da irmã mais nova.
Recomendaria para qualquer um que goste de ler. Mas principalmente para os que são mais sensíveis à leitura, porque talvez desfrutem mais que os outros.
A editora Record foi responsável pela publicação da coleção mais simples e perfeita de todas. Para sempre.

"Os anos dourados passam, dourados anos felizes.
Nas asas do tempo passam, dourados anos felizes.
Agarre-os enquanto passam na lembrança, tão felizes.
São tão belos enquanto passam, dourados anos felizes."



Ps.: A imagem dos livros não é dos que temos, estão com a minha avó também. E não encontrei uma imagem de todos os livros da versão brasileira, as ilustrações das capas são as mesmas.

1 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...